17.1.06

Brigada Anti-antitabagista III

« Muita e óptima literatura foi produzida com cinza no papel, fumo nos pulmões e vapores etílicos na cabeça. No novo tempo, estes autores estariam na clandestinidade condenada a uma vida estúpida e saudável. Eu acho que devemos ser livres de nos matar do modo que quisermos e durante o tempo que quisermos. »
Clara Ferreira Alves in Expresso à exactamente 2 anos

5 Comments:

Anonymous edite estrela said...

à ???? Há!!!!!

1/17/2006 9:14 da tarde  
Anonymous Edite Estrela- a verdadeira said...

Parece que desta vez alguém se me adiantou...já não há qualquer espécie de respeito.

1/17/2006 11:45 da tarde  
Anonymous edite estrela- a verdadeira said...

Ah, e quanto ao texto dessa tresloucada dessa Clara Ferreira Alves, é realmente um facto que os tabagistas se podem matar como quiserem e durante quanto tempo quiserem. Agora, se puderem nao me matar a mim e a outros milhões que não suportam o fumo do tabaco...bem, a malta agradece!

1/18/2006 12:28 da manhã  
Blogger m'Andre said...

fica desde já expressamente proibido, a quem quer que seja re-chamar tresloucada à Clarinha!

1/18/2006 10:30 da manhã  
Anonymous edite estrela- a verdadeira said...

T-R-E-S-L-O-U-C-A-D-A!

1/18/2006 3:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home