7.4.06

Saudades II

E as saudades tb de quem não tem data marcada para ser reencontrado. A ti, Joana, a ti Dédé, a ti Maria Ana, a ti Ruivo. Por ti, por vocês, este vazio seco de vos querer para além dos quilómetros que nos apartam da vista, e de um qualquer vinho branco numa qualquer esplanada de Lisboa. Convosco os sonhos, as expectativas, o crescer quando se-o deseja ou não. O saber simples que fracassar ou o gorar de essas mesmas ilusões é sempre secundário. Saber que o que nos move é o percurso. Puro e Simples. Partilhado. Agora ainda de mãos dadas mas de dedos muito, muito distendidos.
O meu grito d'oje, é para vós.

3 Comments:

Blogger maria borboleta said...

e o meu grito de sempre...para ti! Saudades, Amigo! Beijo e obrigada

4/09/2006 11:07 da manhã  
Anonymous sushi lover said...

grito contigo

4/09/2006 4:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

!

4/11/2006 1:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home